segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Para Lilica, da prima Bia

        "É muito mais comum as pessoas escreverem, deixar recados ou recordações para pessoas especiais em suas vidas, e mais velhas, que já consigam ler e entender perfeitamente o que está ali escrito. Mas porque não escrever para uma pessoa que não anda, não fala, e nem sabe o abecedário ainda? Certo dia irão aprender e ter uma recordação de alguém que a admira muito por tudo que já passou em tão pouco tempo. Então eu vou deixar meu recadinho de coração e super especial pra Lilica!

      Em primeiro lugar, gostaria de parabenizar o papai Juliano e a mamãe Sara por terem caprichado tanto nesse bebezinho fofo e querido que fizeram. Quando recebi a visita dos papais com a Lilica em minha casa, fiquei surpresa com tamanha fofura e comportamento dela, tão quietinha, brincalhona, sem ao menos ter ouvido o choro dela uma vez. Confesso que nunca havia visto um bebê de colo tão querido como ela. Quem acompanha mais de perto, que não é tanto o meu caso, sabe por tudo que a Lilica tem que passar diariamente, já passou por vários exames e talvez por pequenas barreiras que ela conseguiu ultrapassar, mas por sorte ela tem os pais e avós mais maravilhosos e cuidadosos que ela poderia ter. Podemos notar aqui de longe o quão amada ela é por todos eles. Tão pequetitinha, tão novinha e já conquista todo mundo. 

        Sempre fui muito bem recebida na casa dos meus padrinhos que são os avós de Lilica e também meus tios, e já passei por alguns momentos especiais com os mesmos. Não tenho dúvidas de que a Lilica veio para alegrar aquela casa mais do que ela já era alegra, os pais mais babões que eu conheço. Outro ponto que não quero deixar em branco é que minha vovó e vovô, bisavós de Lilica sempre quis ter um Bisnetinho ou Bisnetinha em que pudessem ver, cuidar, pegar no colo, principalmente o Theobaldo que ama a Sara mais do que todos os netos dele. Com certeza mamãe Sara, você presenteou o vovô e a vovó do jeito que eles queriam quando trouxe a Lilica ao mundo enquanto eles tem tanta saúde pra ficar muito tempo ao lado dela. Pela distancia acredito eu que vou ver a Lilica poucas vezes durante o seu crescimento, uma vez por ano e olha lá, e o que me impede disso são as aulas, trabalho, e a distancia com certeza. Tenho bastante facilidade em cuidar de crianças e com certeza eu iria adorar ficar mais perto dela pra cuidar um pouquinho e ver ela crescendo devagar, mas infelizmente não é tão simples assim. Só quero que a Lilica e os papais babões dela saibam que independente de como as coisas vão ir correndo no crescimento dela, ela é e sempre vai ser a Lilica especial de vocês, a nossa Lilica linda, sempre muito querida, alegre, e bagunceira. Por sorte de vocês eu não moro tão perto, porque se a Lilica puxasse a prima não tem quem segure! 

        Então é isso, é um pouco complicado de escrever o texto maravilhoso, por motivos de que eu não estou ai pertinho pra saber de todas as novidades, mas quero deixar meu recadinho especial aos meus primos Sara e Ju e a priminha fofa, dizendo que eu sempre vou estar torcendo pra que tudo dê certo com vocês dois e a Lilica, e que consigam tudo de melhor pra vocês e pra ela, porque vocês dois são dois guerreiros por tudo que passaram, e terem chegado até aqui de cabeça erguida e sempre confiantes, fiquem com Deus e cuidem bem dessa pequetitinha! "


A prima com a fofurinha no seu batizado


  Beijinhos da prima Bia 

Um comentário: